sábado, 7 de dezembro de 2013

Bolo da Vida

Este bolo está presente na ceia de Natal e Ano Novo da família desde 1994. É um bolo úmido pela adição da manteiga e denso. As frutas e a canela fazem com que a casa fique perfumada, dando as boas vindas aos convidados. Sua presença é muito especial no chá da tarde do dia 25, e o mais importante: a simbologia dos ingredientes, que norteia o espírito natalino em nosso lar.













Ingredientes:

 Massa:

6 ovos (criatividade)
1 1/2 xícara (chá) de açúcar (ternura)
1 colher (sopa) de fermento em pó (desenvolvimento)
1 xícara (chá) de manteiga (compreensão)
3 xícaras (chá) de farinha de trigo (força)
3/4  xícara (chá) de frutas cristalizadas (fé)
1/2 colher (chá) de canela em pó (coragem)
 3/4   xícara (chá) de uvas passas escuras (paciência)
 1/2 colher (chá) de cravo em pó (perspicácia/dinheiro)
1/2  xícara (chá) de cerejas vermelhas bem picadas (amor)
1/2  xícara (chá) de cerejas verdes (esperança e alegria)
1/2  xícara (chá) de damasco bem picado (luz, luminosidade)

Glacê:

1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
3 colheres (sopa) de leite

Modo de preparo:

Massa:

Na tigela da batedeira, bata o açúcar com a manteiga, acrescente os ovos um a um e vá acrescentando  todos os ingredientes secos, aos poucos. Misture muito bem e junte as frutas. Coloque a massa numa forma de anel, untada e polvilhada com farinha. Asse em forno pré-aquecido (180ºc) por 35 minutos ou até que, enfiando um palito, saia limpo. Se necessário, cubra com papel-alumínio para não dourar demais. Deixe esfriar um pouco e desenforme. Decore com o glacê.

Glacê:

Prepare o glacê: numa tigela, junte o açúcar de confeiteiro com o leite e misture bem. Com a ajuda de uma colher, faça desenhos com o glacê ou  polvilhe só com o açúcar de confeiteiro como fiz no meu. Finalize decorando com frutas natalinas de sua preferência e um belo laço de fita.

Fonte: revista Cláudia nº 399 dezembro/94 por: Bettina

Nenhum comentário:

Postar um comentário